Residencia Itatiaia | Clara Valente e Thiago Alvim

Primeira Etapa
Clara Valente e Thiago Alvim

Segunda Etapa
Baba Jung e Luís Matuto

Terceira Etapa
Alexandre Rato e Comum

Cosmic Boys em Itatiaia | Foto Bernardo Biagioni 01

Quarta Etapa
Rimon e Zéh Palito

CLARA VALENTE + THIAGO ALVIM

PRIMEIRA ETAPA | MAIO 2014

Itatiaia é um destes paraísos perdidos entre as montanhas de Minas Gerais. Comunidade de Ouro Branco, e no meio do caminho entre a cidade e Ouro Preto, daqui é possível ver as luzes de Lavras Novas e o ritmo de Santa Rita, vizinhanças alardeadas pela busca do Ouro, das Pedras, e de todo um preciosismo barroco que invadiu a região nos idos do século 18. Habitada por cerca de 300 pessoas, 70 casas, e a terceira igreja mais antiga do estado, Itatiaia, depois de 300 anos de sua fundação, ainda é uma pérola em processo.

.

À convite da Associação dos Moradores de Itatiaia, a galeria quartoamado integrou a partir de maio de 2014 este processo da vila. Pensando e refletindo a história, as cores e os materiais da região. Entendendo e preservando o estado dos muros e das casas. Pintando, sem intervir, e iluminando o lastro do brilho da saudade dos rebocos e dos tijolos que revelam uma pedra bruta a ser lapidada.

.

Clara Valente e Thiago Alvim inauguraram uma série de etapas de uma residência que não vai ter fim. Abrindo espaço para mergulharmos ainda mais fundo nos campos, nos vales e nos rios das montanhas para encontrar fôlego e inspiração para as ilustrações que tiveram sequências bimestrais. Sempre em duplas de artistas, para que se favoreça a troca, a Residência Itatiaia busca o compartilhamento de caminhos e possibilidades com a população local. E o prazer puro e simples de se fazer arte.

CLARA VALENTE

THIAGO ALVIM

BABA JUNG + LUÍS MATUTO

SEGUNDA ETAPA | JULHO 2014

Segunda etapa da Residência Itatiaia tomou formas entre o frio inverno de 2014. Depois de receber os artistas plásticos Clara Valente e Thiago Alvim, em Maio, o distrito de Ouro Branco abrigou em Julho os artistas Luís Matuto e Baba Jung.

.
Luís Matuto é natural de Alfenas e é formado em Design Gráfico na UEMG. Vivendo em Belo Horizonte desde 2008, atua como gravurista, aproveitando de elementos da natureza para compor suas matrizes de impressão.
Baba Jung nasceu na Amazônia, e teve sua formação artística em viagens e incursões pela Europa e Africa, morando em Berlin e na Gambia por alguns anos. Na estrada descobriu sua paixão pela pintura de trens e chapas metálicas, desenvolvendo então um trabalho com esculturas e esmalte sintético.

.
A Residência, que partiu de um convite da Associação dos Moradores de Itatiaia, prevê a pintura uma série de fachadas locais, a partir de diálogos com os habitantes e frequentadores da vila. Luís Matuto e Baba Jung ampliam o acervo público que se estende pelas duas ruas do distrito, que vem ganhando ares de galeria a céu aberto.

BABA JUNG

LUIS MATUTO

ALEXANDRE RATO + COMUM

TERCEIRA ETAPA | OUTUBRO 2014

Terceira e última etapa de 2014 da Residência Itatiaia. Dias cinzas em contraste com as cores vibrantes de formas que percorrem as duas ruelas da comunidade. Esta edição trouxe como convidados os artistas Alexandre Rato e Comum.  Educadores por natureza e formação, apresentaram à Itatiaia uma oficina de arte para as crianças e adolescentes que vem interagindo com a Residência desde maio.

.

Alexandre Rato, entre a abstração e a figuração de imagens imaginárias, tem uma obra que dialoga com o sentimento do tempo. Comum, com um domínio maestral da técnica de stencil, articula padronagens a partir de personagens que cruzam seu caminho.

.

Envolver e aproximar – mais. Esta terceira etapa teve como objetivo estreitar os laços de relação com a comunidade, que gentilmente nos abriu as portas e fachadas para desenhar e artificar características particulares e específicas. Uma semana voltada para explicar, entrosar e convidar os habitantes a participar do processo artístico que elucida a identidade local. Uma obra que seja fiel ao vento que corta a igreja de Santo Antônio, para baixo da serra de Ouro Branco, e entre matas e cachoeiras que abençoam com um carinho especial vindo do passado, até este ano de 2014.

RIMON GUIMARÃES + ZÉH PALITO

QUARTA ETAPA | FEVEREIRO 2017

Conhecemos os artistas Rimon Guimarães e Zéh Palito em outubro de 2016 no Rio de Janeiro. Os “Cosmic Boys” estavam pintando a fachada do Art Rua, maior feira de arte urbana do Brasil, e a primeira palavra que eles nos falaram foi: Itatiaia. De 2014 até esta ocasião, havíamos decidido estabelecer um hiato na Residência. Mesmo sendo nosso projeto predileto, percebemos que seria importante dimensionarmos a força da iniciativa – e os impactos que ela poderia gerar no distrito de Ouro Branco.

 

O interesse do Zéh e Rimon nos despertou de volta para este sonho – e tornamos a visitar Itatiaia na expectativa de encontrar espaço (físico e emocional) para continuarmos deixando a vila mais colorida. Conversamos com moradores, visitamos a natureza, re-conectamos com a nossa segunda casa.

.

Os Cosmic Boys são referências nacionais em arte urbana. Pintaram Rio de Janeiro, Maranhão, Pará. Zéh Palito foi convidado recentemente a pintar o escritório do Facebook em São Paulo. Ter esses dois personagens por perto seria mágico. E, bem, aconteceu! No final de janeiro de 2017 recepcionamos os artistas em Belo Horizonte. Em poucos dias seguimos para Itatiaia. Encontramos em Ouro Preto o artista Thiago Alvim, primeiro convidado a desenhar o vilarejo. E logo em seguida chegou Baba Jung, integrante da segunda etapa da Residência.

.

Zéh e Rimon assinaram seis pinturas na vila. A primeira em colaboração com Thiago Alvim. A terceira com Baba Jung. A última com a artista Jade Marangolo, que veio para ficar um final de semana – mas não conseguiu ir embora. As pinturas, todas muito coloridas, estabeleceram conexões inimagináveis com a comunidade. Esta quarta etapa despertou em todos nós o sentimento de que estamos no caminho certo. Do bem. A favor de uma comunidade que merece todo carinho e todo afeto. E que estamos só começando essa imaginação. De um vilarejo em cores, na crista de uma serra.